UFRN reajusta auxílio instrumental para estudantes para R$ 1.200,00

95

O reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo, se reuniu com a representação estudantil, na tarde desta segunda-feira, 10 de agosto, para analisar os recursos do Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes), destinados ao Auxílio Instrumental. No encontro virtual, os participantes ponderaram as necessidades e o orçamento disponível, chegando ao valor de R$ 1.200 para o Auxílio Instrumental.

Levando em consideração que a UFRN possui cerca de 10 mil estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica no Cadastro Único, a universidade estimou, inicialmente, um benefício entre R$ 600 e R$ 850 para atender a todos os alunos. Contudo, menos de 3.500 estudantes solicitaram o Auxílio Instrumental. Dessa forma, considerando ainda outras ações de assistência estudantil, o auxílio instrumental foi ajustado para R$ 1.200, garantindo a compra de melhores equipamentos de tecnologia da informação.

Para o reitor Daniel Diniz, o diálogo e a transparência são princípios seguidos pela UFRN e a instituição tem como missão oferecer a melhor condição possível aos estudantes, visando a inclusão e a excelência acadêmica. O primeiro coordenador-geral do Diretório Central dos Estudantes (DCE), Marcos Adriano de Oliveira, elogiou a Reitoria pela disponibilidade de diálogo, o que permite a participação dos alunos nas decisões sobre a assistência estudantil.

Conforme ficou decidido conjuntamente, visando não atrasar o pagamento do auxílio, o reitor assumiu a responsabilidade de fazer um provimento sobre a decisão do ajuste do tipo “ad referendum”, ou seja, que será aprovada posteriormente pelo Conselho de Administração (Consad). Logo em seguida, o pró-reitor de Assuntos Estudantis, Edmilson Lopes, fará uma retificação no edital, corrigindo o valor de R$850 para R$ 1.200.