UFRN abre período extra de matrículas para o Período Letivo Suplementar Excepcional (PLSE)

65

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) vai abrir um período extraordinário de matrículas para os componentes curriculares que formam turma no Período Letivo Suplementar Excepcional (PLSE). De acordo com a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), os alunos da instituição podem realizar matrículas a partir de zero hora desta quinta-feira, 18, até sexta-feira, 19. As vagas serão preenchidas por ordem de inscrição pelo Sigaa e o prazo para o reajuste de turmas pelas coordenações vai até esta quarta-feira, 17.

A abertura desse novo prazo de matrículas acontece devido a alta demanda de matrículas para o PLSE 2020.5 e o fato do ajuste de turmas ter coincidido com um feriado prolongado. “Recebemos muitos pedidos para que as matrículas fossem reabertas e também houvesse um prazo maior para o ajuste das turmas”, explicou a pró-reitora de Graduação, Maria das Vitórias de Sá. Após uma reunião com a Superintendência de Informática, foi possível definir um novo período de inscrições e ajustes.

A Prograd registrou matrícula de 19 mil estudantes no PLSE entre os dias 11 e 12 de junho, de um total de 29 mil alunos de graduação da UFRN. Estão sendo ofertadas cerca de mil turmas e houve o registro de 43 mil solicitações de matrículas efetuadas. Como a oferta ocorre de forma excepcional e não obrigatória, nem todos os componentes curriculares foram oferecidos e os alunos que não participarem das atividades remotas têm suas matrículas garantidas, para quando for possível retomar as aulas presenciais do calendário 2020.1.

Vale destacar que no Sigaa, o PLSE vai aparecer para o aluno como 2020.5, pois o Sistema já identificava o 2020.3 e 2020.4 como períodos de cursos de férias. Podem aderir ao PLSE, os alunos com status Ativo ou Formando no Histórico Escolar. Cada discente pode cursar, no máximo, 180 horas, distribuídas em componentes curriculares do tipo disciplina, módulo ou bloco, que serão contabilizados para integralização dos cursos de graduação.

Além dessa carga horária, pode ser autorizada pela coordenação do curso a matrícula ou validação das atividades acadêmicas, como TCC e atividades complementares. Caso o estudante já esteja matriculado no período letivo 2020.1 em Trabalho de Conclusão de Curso, não é necessário realizar nova matrícula no PLSE nesse componente.