Para evitar longas filas, Caixa irá mudar pagamento de auxílio emergencial

69

A Caixa Econômica Federal vai modificar o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600. A informação é do presidente do banco estatal, Pedro Guimarães, e foi dada em entrevista sobre a fila nas agências nesta semana.

Guimarães não informou uma data exata para as novas liberações, mas adiantou que o pagamento deverá ser mais espaçado entre os dias, mas deverá seguir a data de nascimento dos beneficiários.

– No segundo pagamento, poderemos pagar de uma maneira diferente. Estamos debatendo com o Ministério da Cidadania. A maioria terá essa organização com data espaçadas. Não faremos, pagar janeiro e fevereiro, março e abril – disse ele.

Na primeira parcela, a liberação da grana foi feita conforme o mês do aniversário. Por dia, a Caixa pagava valores aos nascidos em dois meses consecutivos. Nesta terça-feira (5), por exemplo, ocorreu a liberação dos valores aos nascidos em novembro e dezembro.

Segundo Guimarães, o pagamento da primeira parcela não teve o mesmo planejamento que buscam fazer com a segunda porque a liberação dos valores aos informais foi feita conforme a Dataprev conseguiu terminar a análise dos inscritos.