Secretário de Tributação e Finanças de Caicó pede exoneração do cargo

836

O secretário de Tributação e Finanças de Caicó, Francisco Oliveira acaba de pedir exoneração da pasta ao prefeito Robson Araújo. Em sua carta de exoneração FAO fala dos desafios de como encontrou a pasta: organizou as finanças públicas e colocou em dia os pagamentos dos fornecedores e servidores, dando-lhes o básico, a dignidade de receber seus vencimentos conquistados com muito trabalho e honradez.

Procurado pela nossa reportagem, Fao disse que a decisão não tem nada contra o prefeito Batata, mas que algumas desavenças internas com parte da assessoria o fizeram pedir a exoneração.

Confira a carta de exoneração na íntegra entregue por FAO:

Senhor ROBSON DE ARAÚJO
Prefeito Municipal de Caicó-RN

Exmo. Senhor Prefeito,

Através desta carta, e com a sensação de dever cumprido, apresento meu pedido de desligamento, precisamente minha exoneração do cargo que ocupo, com muito orgulho, à frente da Secretaria Municipal de Tributação e Finanças, nesta Prefeitura Municipal de Caicó-RN.

Antes de tudo, quero agradecer pela confiança depositada em mim, e na minha equipe, que, com muito trabalho, transparência e dedicação desempenhamos nossas funções em prol da população caicoense.

 Mas não posso deixar de relembrar os desafios que enfrentamos para cumprir com nosso dever de gestor público: organizar as finanças públicas e colocar em dia os pagamentos dos fornecedores e servidores, dando-lhes o básico, a dignidade de receber seus vencimentos conquistados com muito trabalho e honradez. A eles, minha gratidão pela paciência e parceria. Somamos força em nome de um bem maior: a nossa tão amada Caicó.

Confesso que desde que assumi à pasta, em agosto de 2017, tive em mente que minha função, em um momento tão crítico e delicado no país, onde estamos enfrentando uma das maiores crises financeiras da história, era muito maior do que o cargo exigia. Organizar e controlar as finanças do município é contribuir com economia local, a geração de emprego e, principalmente, responsabilidade social. E, confesso mais ainda, que durante esses quase 20 meses no cargo, eu me cobrei, diariamente, o compromisso de recuperar a credibilidade da Prefeitura no comércio local e perante a população. E recuperamos.

Enfrentamos muitos desafios, muitas vezes políticos, mas sempre colocamos nossa vontade de vencer à frente por entender que a gestão é do município, do caicoense, e não de um gestor. Priorizamos uma gestão independente. Eficaz.

Sou contador, empresário e professor, carrego em minha história um legado de lutas e conquistas, que antes daqui, era só uma vida privada. E, agora, firmo essa experiência de servir ao erário público, atendendo às muitas necessidades da nossa população e confirmando o propósito de corresponder aos apelos daqueles que confiaram em mim. Sou grato pelas oportunidades que me fizeram crescer a cada dia.

Por fim, agradeço aos funcionários efetivos e temporários que nos receberam de braços abertos. Agradeço também à equipe técnica, do corpo efetivo, que pude escolher e com seus anos de vivência na administração pública estava e estão para servir, sem nenhum propósito de desfavorecer a gestão na independência política partidária.

Entrei pela mesma porta que saio, pois CAICÓ o meu proposito maior é servir, e farei se chamado for para esta responsabilidade. O futuro a Deus é pertence. E assim confio. Obrigado a todos e a todas. Espero não ser diferente ao que tanto zelamos e precisamos zelar: confiança se dá, para tê-la.

A todos os caicoenses, expresso meu sentimento gratificante de servir ao meu município.

Que Senhora Sant’Ana continue a abençoar a nossa tão amada Caicó.

Caicó-RN, dia 20 de março de 2020.

FRANCISCO ASSIS DE OLIVEIRA – FAO

Secretário Municipal de Tributação e Finanças