Suspeita de coronavírus no RN não passou de um mal entendido

2964

A suspeita do primeiro caso de coronavírus no Rio Grande do Norte não passou de um mal entendido. O potiguar Gustavo Pereira, de 25 anos, afirmou que não havia informado que estava com sintomas da doença.

De acordo com Gustavo, durante uma consulta de rotina, seu médico o encaminhou para o isolamento no Hospital Giselda Trigueiro, após observar sintomas e “deduzir” que o jovem estivesse infectado com o vírus.

Gustavo Pereira e é morador de Baía Formosa, no litoral sul do Rio Grande do Norte, e alegou ter tido contato com chineses no dia 23 de janeiro em um hotel da Praia de Pipa, em Tibau do Sul. Ele afirmou ter começado a apresentar febre, tosse e quadro gripal há cerca de uma semana, o que fez com que seu médico o encaminhasse ao Giselda. Atualmente, ele passa por tratamento de leucemia mieloide crônica.