Zenaide Maia cobra medidas para gerar emprego e critica reformas trabalhista e da Previdência

Zenaide Maia cobra medidas para gerar emprego e critica reformas trabalhista e da Previdência

A senadora Zenaide Maia (Pros-RN) cobrou em Plenário medidas para gerar emprego e renda, dizendo que não há pauta mais importante hoje em dia no Brasil. Ela lembrou que há 38 milhões de brasileiros desempregados ou subempregados. Além disso, 13,5 milhões de pessoas, um número maior do que a população de Portugal, vivem na extrema pobreza. Ela criticou a urgência que se deu à reforma da Previdência, a seu ver na contramão das necessidades da população.

— Com todo o respeito a esta Casa, com toda essa urgência de não permitir que os brasileiros se aposentem, principalmente os trabalhadores, não vão convencer a população de que estão tirando privilégios, porque não estão, porque, se 60% do povo brasileiro ganham, no máximo, até dois salários mínimos, e esses que vão ser condenados a não se aposentar, é claro que não está se tirando privilégios. Agora, como pode o Congresso Nacional eleger outras centenas de pautas aqui como urgências?

Zenaide Maia destacou que, segunda-feira (11), se passaram dois anos da aprovação da chamada reforma trabalhista, com a promessa de gerar milhões de empregos. No entanto, 24 meses depois, não houve nem um milhão de novas vagas geradas com carteira assinada.

— A reforma trabalhista, em resumo, não gerou os empregos que prometeu, precarizou o trabalho de brasileiros e brasileiras e ainda limitou o acesso à Justiça do Trabalho — criticou.

Wllana Dantas

Deixe uma resposta

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com