Calor e umidade interferem diretamente no desempenho do gado

Calor e umidade interferem diretamente no desempenho do gado

O calor interfere na produção e reprodução de suas vacas? Esse foi questionamento que serviu de inspiração para a palestra do professor Edilson Paes Saraiva, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) no segundo dia da 15ª edição do Encontro Nordestino de Leite e Derivados (Enel), que acontece no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim. Debates sobre a produção artesanal de queijo de cabra, produção de doce de leite e o design de embalagem como diferencial competitivo completaram a programação do ciclo de palestras do evento que acontece até esta quarta-feira (7).  A realização é do Sebrae do Rio Grande do Norte, Governo do Estado, Associação Norte-rio-grandense de Criadores (Anorc) e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado, através do Senar-RN.

Os debates sobre as consequências das variações climáticas vêm em uma crescente e foi um dos temas que chamou a atenção do público do Enel. O professor Edilson Paes, da UFPB, deixou muito claro que o calor interfere sim na produção e reprodução de vacas. “Há uma piora no desempenho de bovinos, principalmente pela redução no consumo de alimentos e pelo custo energético”, explicou o também Doutor em Zootecnia.

O professor Edilson Saraiva apresentou algumas estratégias para minimizar o estresse sobre os animais, ocasionados pelo calor intenso, como o controle da temperatura e umidade através de sistemas de resfriamento e a otimização dos recursos naturais da propriedade.

O professor explicou ainda que não existe um animal adequado para produção de leite em ambiente tropical, mas sim adequações a serem feitas para melhorar a eficiência econômica e produtiva dos sistemas de produção. “As raças de bovinos leiteiros passaram por um longo período de adaptação às variações climáticas e ambientais. Nós precisamos entender como os ajustes fisiológicos, anatômicos e comportamentais atuam para manter a temperatura corporal relativamente constante. Esse conhecimento é de suma importância para os programas de melhoramento genético, manejo nutricional e para definição do ambiente para os sistemas de produção”, diz.

Wllana Dantas

Deixe uma resposta

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com