Mais de 45% dos trabalhadores formais estão no setor de serviço

67

A cada dez pessoas que trabalham com carteira assinada no Rio Grande do Norte, ao menos quatro delas estão contratadas e atuam em empresas do setor de serviço. Esse segmento é o que tem o maior número de empregados e reúne 45,7% do estoque de empregos celetistas do estado.

Até o primeiro semestre do ano, o Rio Grande do Norte contabilizou 420.191 trabalhadores com carteira assinadas. O comércio é o segundo ramo que mais tem postos de trabalho, com 26,1% do total, seguido da indústria (13%) e construção civil (6,1%).

A informação do estoque de empregos formais aparece na edição 44 do Boletim dos Pequenos Negócios do Rio Grande do Norte, uma síntese conjuntural elaborada trimestralmente pelo Sebrae-R que traz os principais indicadores da economia potiguar no primeiro semestre de 2019. O material foi divulgado nesta terça-feira (30) e pode ser conferido no Portal do Sebrae (www.rn.sebrae.com.br) na seção ‘Estudos e Pesquisas.  O informativo mostra que o segmento das microempresas foi o que mais abriu novas vagas de emprego no Rio Grande do Norte em seis meses. Os negócios desse porte tiveram um saldo de 3.827 empregos, minimizando o impacto negativo no saldo geral, que foi de 5.115 vagas encerradas no semestre em todo o estado.