Museu do Seridó será reaberto durante a Festa de Sant’Ana

Museu do Seridó será reaberto durante a Festa de Sant’Ana

A colega jornalista Gláucia Lima destaca em seu blog que uma parceria entre o Centro de Ensino Superior do Seridó – CERES/UFRN – e a Trapiá Cia Teatral resultou na reabertura do Museu do Seridó durante a Festa de Sant’Ana.

Segundo Alexandre, as portas serão abertas para a arte e exibição do espetáculo “Chico Jararaca”. De 24 a 27 de julho os caicoenses terão a oportunidade de conhecer o espaço ou, para quem já conhece, reviver os velhos tempos.

As apresentações começarão sempre às 17h30 e os ingressos serão vendidos no local ao preço de R$ 20 (inteira) e R$ 10,00 (estudante).
“Sandra Kelly abriu as portas pra gente e preparou todo o espaço. Vamos apresentar aquele lugar a quem não conhece e nada melhor do que reabrir com arte”, disse Alexandre.

“Chico Jararaca” foi escrito por Francisco Félix, tem direção de Lourival Andrade, interpretação de Alexandre Muniz e Emanuel Bonequeiro. O cenário e iluminação são do artista plástico Custódio Jacinto.

Chico Jararaca nasceu no Seridó Potiguar e foi um cangaceiro do bando de Antônio Silvino (anterior ao de Lampião) que perambulou pela caatinga nordestina no início do século passado, fugindo de volantes e sobrevivendo de assaltos. Suas histórias povoam o imaginário do povo sertanejo e dão conta da enorme complexidade que foi o cangaço.

Sua vida, durante e depois ao cangaço, foi marcada por aperreios, crenças, fantasias, saudades, perdas, boas correrias e uma preocupação diária com o uso consciente da água. O público terá a oportunidade de vivenciar o universo deste cangaceiro que sempre afirmou que nunca matou ninguém.

Wllana Dantas

Deixe uma resposta

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com