Motores do Desenvolvimento debate cultura como negócio

Música, arte e eventos culturais foram os assuntos centrais debatidos na primeira edição de 2019 do Motores do Desenvolvimento, evento promovido pelo Sistema Fecomércio RN, em parceria com o jornal Tribuna do Norte, que aconteceu nesta terça-feira (14), no Centro de Eventos João Dinarte Patriota, no Hotel-Escola Senac Barreira Roxa.

A abertura do seminário teve trilha sonora, com a apresentação da Orquestra de Cordas do Sesc Cidadão, projeto desenvolvido pelo Sesc RN, na Vila de Ponta Negra, formada por crianças e adolescentes, sob o comando do maestro Eugênio Graça.

Na visão de Queiroz, a iniciativa privada deve transformar os projetos culturais em negócios financeiramente viáveis, o que impulsiona a economia potiguar em diversos segmentos, gerando receitas e publicidade. “Estimular o surgimento de grandes projetos culturais, cada vez mais bem estruturados e viáveis economicamente, é uma forma de fomentar a economia de uma maneira geral. A cultura precisa ser encarada, definitivamente, como indutora de negócios, atraindo pessoas, que movimentam recursos, atrair turistas, fazer circular dinheiro novo na economia. Um bom exemplo é o nosso carnaval multicultural de Natal”, pontou.

Wllana Dantas

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com