Consepe aprova uso de notas do Enem para vagas residuais

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aprovou na manhã da terça-feira, 7, a resolução que dispõe sobre o uso da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no processo seletivo de reocupação de vagas residuais em cursos de graduação da instituição de ensino. A mudança começa a ser implantada nas seleções do segundo semestre de 2020.

A assessora técnica da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), Vanessa Chaves, explica que o processo seletivo conta hoje com duas etapas, sendo a primeira fase composta de provas de português e matemática, além de uma redação; já na segunda fase, ocorre a prova de títulos.

Com a mudança na resolução, a UFRN utilizará a nota do Enem, na primeira etapa classificatória e eliminatória, seguida pela prova de título, que ficará mantida. “O intuito da nova resolução é tornar mais democrático o acesso dos alunos às vagas residuais, visto que o Enem é um exame nacional e consolidado”, considera.

Na nova resolução, o candidato poderá utilizar o resultado referente às três últimas provas do Enem, desde que sejam as anteriores ao processo seletivo de vagas residuais. Será eliminado da seleção quem obtiver nota inferior a 450 pontos em uma das áreas de conhecimento e quem pontuar menos de 500 na redação do Enem.

Nos próximos dias, a resolução será publicada no Boletim de Serviço, disponível no Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos  (Sipac): www.sipac.ufrn.br.

Wllana Dantas

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com