O senador Capitão Styvenson deixou a Rede, partido que foi eleito e se filiou ao Podemos, partido liderado nacionalmente pelo também senador Álvaro Dias, que se candidatou à Presidência da República em 2018. No Rio Grande do Norte o partido tem como principal expoente o ex-deputado Antônio Jácome, que não conseguiu se eleger senador. Em carta aberta à população, Styvenson apresenta as razões pelas quais optou pela legenda, dizendo que é a que melhor se alinha às suas convicções e que lhe dá liberdade e possibilidade de interação direta com os eleitores.

Segundo a carta, o convite partiu de Álvaro Dias. “Coloquei minhas condições de liberdade, de independência de pensamento, de atos, e meu compromisso com o meu estado. Minhas condições foram aceitas e por isso decidi me aproximar. O partido ainda dispõe de mecanismos para consultar a população em tempo real sobre assuntos importantes, possibilitando a participação social em todos os aspectos”, escreveu o capitão.