Pesquisadores e servidores do Museu Câmara Cascudo (MCC) estão desenvolvendo, na cidade de Florânia, Rio Grande do norte, o projeto de extensão Ciência Andante. As atividades iniciaram nesta quarta-feira, 7, e seguem até sexta-feira, 9, sob a coordenação do Setor de Paleontologia do MCC, com  programação voltada a toda população.

As atividades são variadas e incluem palestras, exibições de documentários e exposição  de peças do acervo do Museu, incluindo, pela primeira vez, a exibição pública do fóssil da mandíbula do famoso “mastodonte de Florânia”. Como sugere o nome, a exposição Os Fósseis e Você tem por objetivo maior compartilhar com a população o conhecimento obtido a partir das pesquisas científicas feitas com os achados fósseis,  patrimônio que é de todos.

O Museu Câmara Cascudo foi criado em 1960 e, desde 1969, funciona na Av. Hermes da Fonseca, no bairro do Tirol, em Natal. Seu acervo é formado principalmente por coleções antropológicas, arqueológicas, geológicas e paleontológicas, que servem de suporte ao desenvolvimento e à atualização das atividades científicas e pedagógicas do estado.