A governadora eleita indicará o tom e o perfil do novo secretariado com a formação da sua equipe de transição. A transição ainda não começou mas as regras já foram postas quando o governador Robinson Faria, que deixará o cargo no fim deste ano definiu os critérios de formação da Comissão para o futuro Governo.

De acordo com o decreto o próprio governador vai dirigir o processo de transição com o auxílio da chefe do Gavinete Civil Tatiana Mendes. Segundo o documento a governadora eleita poderá indicar uma equipe de transição e eles terão acesso aos dados diante de requerimento formal.

A dúvida será o tom do trabalho da equipe de transição e o que ele pretende fazer para contornar a situação que será encontrada no Estado. A população está cansada de desculpas e quer respostas em curto prazo.