Cerca de quatro mil mesários voluntários das cincos zonas eleitorais da capital estão sendo treinados para as eleições 2018 . O treinamento, que termina na próxima semana,  oferece capacitação de procedimentos que serão executados no dia do pleito. Em 2018, ano de eleições gerais, a novidade do processo eleitoral é a identificação do eleitor pelo aplicativo e-título baixado no celular.

Outra mudança é a adoção do nome social, que permite aos transexuais ou travestis se identifiquem nas seções eleitorais, além do documento oficial de identificação (DNI) que passa ser documento que será aceito como oficial. A Carteira Nacional de Habilitação Virtual – CNH digital também faz parte dos documentos válidos que poderão ser apresentados pelo eleitor no ato do voto.

A Servidora da 69ª Zona Eleitoral de Natal, Joana Darc comanda o treinamento e expõe procedimentos que deverão ser observados pelos mesários no dia oficial da eleição como vestimentas adequadas, uso do celular, identificação do eleitor no caderno de votação, ditar o número do título eleitoral ao presidente da seção, orientar o eleitor quanto ao posicionamento correto da digital, desenvolver uma ata relatando as ocorrências registradas durante o dia, além de orientar os eleitores na fila bem como priorizar o atendimento aos eleitores com mobilidade reduzida, idosos, gestantes, lactantes e pessoas com criança com colo.