Natal realizará uma grande caminhada de prevenção ao suicídio no próximo domingo (16) na Praia do Forte. A atividade faz parte do projeto Ponte da Vida, idealizado pela educadora física Leila Maia que teve o pai passando pelo mesmo problema.

Leila Maia tinha seis anos de idade quando seu pai decidiu abreviar a própria vida, se entregando ao suicídio. Foi um evento que a marcou tão profundamente que foi impossível atravessar os anos seguintes ignorando a dor que pulsava por dentro. Leila, então, decidiu ser agente de seu destino e transformou a agonia íntima em favor dos outros, em um inspirador exemplo de caridade.

Em entrevista a Inter TV Cabugi nesta sexta-feira (14) destacou que as pessoas devem saber que ninguém tem uma vida perfeita, mas que viver vale a pena. O propósito desse ato é conscientizar sobre essa perigosa e silenciosa doença chamada depressão. Queremos que as pessoas rompam o silêncio e falem. Quando falamos fica mais fácil ser ajudado”, estimulou Leila.