Faltando três dias para a convenção do MDB, o presidente Michel Temer não vai concorrer a reeleição – a confirmação veio através de uma carta uma carta de apoio à candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles.

Na carta Temer ainda faz um alerta aos correligionários, destacando que o país não precisa de salvadores da pátria e sim de alguém experiente que saiba o que fazer.” Precisamos de alguém experiente que saiba o que fazer. E o Meirelles sabe. Já provou isso”, disse Temer, na mensagem que mandou para os emedebistas via WhatsApp.

Temer já confirmou presença na convenção do partido nesta quinta-feira, 2, quando pretende discursar também a favor de Meirelles e da candidatura própria. Temer tem direito a dois votos e considera sua presença importante na convenção, já que não pretende deixar de ter influência no processo sucessório, apesar de os candidatos evitarem citá-lo, como aconteceu neste sábado, 28, quando o empresário Paulo Skaf foi lançado candidato ao governo do Estado de São Paulo.